•  07 nov 2016  •

Carta de um recém-nascido à sua mãe

Querida Mamãe,

Eu e você fomos um só por nove meses. Duas almas em uma só.

Sair deste abrigo úmido, quentinho e seguro para um mundo cheio de ar, temperaturas instáveis e pessoas não me deixam seguro. Preciso de você, Mamãe, bem pertinho. Do seu colo, do seu cheiro, das suas vibrações e da sua voz a cantarolar, como ouvia muito ainda na sua barriga. Um lembrete dos velhos tempos.

Continue Lendo >>

0 Comentários
Saúde e Bem Estar