•  07 nov 2016  •

Carta de um recém-nascido à sua mãe

Querida Mamãe,

Eu e você fomos um só por nove meses. Duas almas em uma só.

Sair deste abrigo úmido, quentinho e seguro para um mundo cheio de ar, temperaturas instáveis e pessoas não me deixam seguro. Preciso de você, Mamãe, bem pertinho. Do seu colo, do seu cheiro, das suas vibrações e da sua voz a cantarolar, como ouvia muito ainda na sua barriga. Um lembrete dos velhos tempos.

Continue Lendo >>

0 Comentários
Saúde e Bem Estar
•  10 nov 2015  •

Bebês que trocam a noite pelo dia

Oi mamães! No post de hoje darei dicas para vocês que estão com seus bebês trocando a noite pelo dia. A gente sabe que todo recém-nascido dorme muito, e isso é super normal, mas o que na minha opinião não é legal é um bebê tão pequenininho passar a madrugada toda acordado. Não é bom para ninguém, os bebês precisam dormir muito para que sejam saudáveis. Todo crescimento e formação acontece quando eles dormem, e nós, que não somos de ferro, precisamos descansar também, porque tudo pode parecer lindo e é, com a chegada de um bebê, porém, nós sabemos que nem tudo são flores na maternidade, e uma mãe que não dorme, não come e não tem tempo de ir ao banheiro, fica estressada, cansada e assim não consegue cuidar e dar toda atenção que a familia merece. Continue Lendo >>

7 Comentários
Saúde e Bem Estar
•  29 jun 2015  •

17 coisas que toda Mãe de primeira viagem deve saber!

Oi mamães! O post de hoje é especialmente para você, mãe de primeira viagem!

Outro dia fiz um post sobre as 17 coisas que todo Pai de primeira viagem deve saber.

Hoje eu listei as 17 coisas que toda mãe de primeira viagem deve saber!

São tantas as mudanças que um bebê traz em nossas vidas, que por experiência própria, nada do que eu imaginava ser, era. Sabemos que a teoria é bem diferente da prática, e que sentimos sim, medos e ansiedades, afinal, aquela frase clichê “quando nasce um filho, nasce uma mãe” é bem verdadeira! Você não sabe o que te espera até viver aquilo, ouvir recém-mães falarem de suas rotinas depois do bebê parece fácil para quem ainda não está vivendo essas emoções. Nascemos junto com nossos filhos, nossas vidas agora giram em torno daquele serzinho indefeso, que só  precisa de muito amor e cuidados. Sua vida vai mudar, suas prioridades também! Mas posso dizer? Não há dadiva melhor na vida de uma mulher!

mae de primeira viagem

 

1 – Sua vida vai mudar

Essa aqui todo mundo sabe mais vale lembrar. Tomar aquele banho gostoso e demorado, lavar o cabelo com calma e deixar na hidratação? Não vai mais existir. Ler, assistir tv, dormir, usar o banheiro, vão virar itens de luxo. Não que será assim para sempre, na medida em que seu bebê for crescendo, as coisas vão ficando um pouco mais fáceis, mas ainda assim, fazer tudo com calma só em momentos raros (aproveite se isso acontecer!).

2 – Ninguém faz igual a nós

A gente sempre acha que ninguém fará como nós se tratando dos cuidados com nosso bebê, e você está certa! Por mais que tenhamos ajuda de nosso marido, nossas mães, sogras, amiga, tia, só confiamos em nós mesmas. Um erro? Talvez não, quem é que vai discutir com uma recém-mãe?

3 – A teoria é muito diferente da prática

Como já disse, na teoria é tudo lindo, mas na prática as coisas mudam. Não existe um manual de como ser mãe, só vivendo para saber.

4 – Recém-nascidos choram muito

Essa é a única forma que eles tem de se comunicar. Choram por frio, calor, fome, fralda suja, muito estimulo, pouco estimulo, sono… fique calma, a medida em que os dias vão passando, as coisas melhoram e você aprenderá a identificar o choro do seu (a) bebê.

5 – O sono dele é o seu também

Me lembro muito bem de como eu dormia junto com o Lorenzo. Ele dormia e eu dormia também. As vezes ficavam muitas coisas para fazer, mas eu não estava nem ai, queria descansar. Aproveite este momento para dormir também, cuidar de um recém-nascido não é fácil, amamentar na madrugada deixa a gente bem cansada.

6 – Amamentação pode gerar stress

Os primeiros dias não são fáceis. O leite pode demorar para “descer”, o bebê precisa aprender a “pegar” corretamente o bico do seio da mamãe, dói, machuca, ou pode ser, que nada disso aconteça e você poderá aproveitar melhor esse momento.

7 – Carinho e colo

Você não vai acostumar seu bebê recém-nascido no colo. Sempre que quiser o pegue no colo e dê carinho. As vezes o choro pode não ser por alguma necessidade fisiológica e sim por um aconchego e carinho.

8 – Existem sim, mães competitivas

Infelizmente. Não dê ouvidos. Você e o seu filho é o que interessa.

9 – Você é a melhor mãe que pode ser

Gente pra dar pitaco no seu jeito de fazer as coisas não vão faltar. Ouça os conselhos que você acha válido, os que não achar simplesmente ignore.

10 – O novo papai

As coisas não acontecem para os novos papais como acontecem para nós. Deixe que aos poucos ele vá se familiarizando com a rotina do bebê, é importante deixa-lo um tempo a sós com o recém-nascido, assim o vínculo entre pai e filho irá se formando.

11 -Você ficará em segundo plano por um tempo

Na correria do dia-a-dia é normal que a recém-mamãe passe o dia inteiro de pijama, cabelos amarrados, cheirando a leite. Normal, levamos um tempo para nos adaptar e conseguir um tempinho para nós.

12 – Pagamos a língua

Sabe tudo aquilo que você julgava e jurava que não ia  fazer quando tivesse um filho? Então, você vai fazer sim.

13 – Você se tornará uma especialista em cocô

Suas conversas irão girar em torno do “cocô” do seu filho. Qual a cor, consistência, quantas vezes ao dia etc. E com certeza, irá fazer como eu e tirar uma foto e enviar para a pediatra rs.

14 – Não duvide da sua intuição e do seu instinto materno

Mesmo as mães de primeira viagem tem seu instinto materno apurado. Tudo muda, seu sono ficará mais leve, seu corpo mais resistente ao cansaço e a dor. Seguir sua intuição ajudará nos cuidados com seu bebê, e seu vinculo com ele ficará cada vez maior.

15 – Vai sentir saudades da liberdade de antes

Mas ela vai embora no momento em que você olhar para aquele bebezinho tão lindo e tão amado. Isso é muito louco, não vou mentir que em alguns momentos tive pensamentos do tipo: O que eu fiz? E agora? Quero minha vida de volta! isso é totalmente normal e nos sentimos culpadas por estar pensando assim. Não é isso que nos transformará em péssimas mães, quem não tem telhado de vidro que atire a primeira pedra né?

16 – Vai se perguntar como conseguiu viver tanto tempo sem seu filho

Só quem é mãe sabe como é amar de verdade. Você pode até achar que já amou alguém com muita intensidade, verdadeiramente, mas espera só ter um filho. O amor é completamente diferente do que já havíamos sentido, é algo surreal. É por esse alguém, que você realmente dá a vida, que você vive.

17 – Pensamos que não daremos conta

Pode ter certeza que dará sim! Nos primeiros dias eu pensava muito nisso. As cólicas do Lorenzo me deixavam apavorada, e tudo parecia sair do meu controle. É muita coisa para pensar, fazer e acontecer, mas quando nos damos conta, vemos que tudo está saindo direitinho, que nosso jeitinho de mãe já se enraizou, e que aquele é nosso certo.

A maternidade não é fácil, temos dias de altos e baixos, choramos escondidas, ficamos cansadas e estressadas, passamos o dia com sono. No final das contas, abrimos mão de tudo, sem perder nada!

Super beijo!

0 Comentários
Gravidez
•  24 jun 2015  •

17 coisas que todo Pai de primeira viagem deve saber!

Oi Mamães! O post de hoje é sobre 17 coisas que todo pai de primeira viagem deve saber! A gente sempre faz posts para nós, mulheres, mamães e para nossos bebês, apesar deste ser o foco do blog, eles também fazem parte do mundo da maternidade não é mesmo? Assim como nós, eles também sentem medo do desconhecido, não sabem o que fazer nos primeiros dias do bebezinho em casa. Então papais de primeira viagem este post é especialmente para vocês!

papai de primeira viagem

1 – Durante a gravidez somos dominadas pelos hormônios

Meu marido sempre me dizia que eu estava louca, rs. Que brigava por tudo, que queria tudo na minha hora, que estava chata e sensível. Isso tudo é normal e nós mesmas não sabemos o que nos faz rir ou chorar. Mas há uma explicação simples para isso: Hormônios meu querido! Simplesmente hormônios!  Tente não discutir com ela, pense assim: Ela está grávida, e com grávidas não se discute!

2 – Se mostre interessado pelos assuntos do bebê

Durante toda a gestação ficamos ansiosas para deixar tudo certo para a chegada do bebê. Sentimos prazer de vê-los no ultrassom, de comprar roupinhas, escolher móveis para o quarto, os bichinhos da decoração. Tente acompanhá-la sempre que possível nessas saídas, ver nossos maridos empolgados e nos ajudando com essas tarefas nos traz conforto e admiração.

3 – Sua mulher será o centro das atenções durante a gravidez

É claro que todos irão querer fazer os gostos de sua mulher e mimá-la. Aproveite para entrar nessa e fazer agrados a ela (e também ajude-a a enfrentar os enjoos!)

4 – Quando o bebê nascer, ele será o centro das atenções

Os familiares ficarão tão felizes com a chegada do seu filho (a) que só terão olhos para ele. Fique feliz em ver tanto amor, carinho e atenção sendo dados a seu filho (a).

5 – Sua mulher o deixará de lado

Não por muito tempo, mas são muitas as novidades com a chegada de um recém-nascido. É natural que as atenções de sua mulher estejam voltadas somente para o bebê, não se sinta rejeitado e aproveite para compartilhar deste momento com sua nova família.

6 – Tenha paciência

Ainda temos uma revolução de hormônios em nosso corpo, o que poderá piorar com a amamentação. Paciência é a palavra chave! (veja o post sobre Blues Puerperal aqui)

7 – Ajude na organização da casa

Conselho de amiga hein!

8 – Escolha uma tarefa e pegue-a para você

Aqui em casa, o banho do Lorenzo é do meu marido. Sempre. Desde o início quem dá banho nele é meu marido. Isso é super importante para criar laços mais fortes entre vocês, e ainda por cima, sobra um tempinho pra mamãe ir no banheiro, tomar um banho, ou simplesmente relaxar um pouquinho no sofá!

9 – Você vai aprender tudo sobre bebês

Bebês arrotam, soltam pum, fazem xixi e cocô. Aprenda a colocar seu filho para arrotar e a trocar fraldas. Tenha ciência de que você vai (muitas vezes) ficar sujo de cocô. Mas tenho certeza que vai achar engraçado, principalmente na parte dos puns (homens adoram solta-los né?) rs.

10 – Você vai dormir pouco

Os 3 primeiros meses de um bebê em casa não são fáceis. Tudo é novidade, e até que vocês aprendam a identificar os choros dele serão muitas noites em claro e você precisará estar de pé cedinho, pois agora tem mais uma boquinha para alimentar né?! (aproveite e leia este post sobre como fazer o bebê dormir a noite inteira)

11 – O bebê irá preferir sua mulher por um bom tempo

Normal né, afinal, eles passam mais da maioria do tempo com nós. Aqui em casa o Lorenzo é um chicletinho comigo, o pai chama e ele desvia pra mim. Mas tenha calma, vai chegar a sua vez de ser o preferido, imagina quando ele te chamar para jogar bola ou quando ela chamar para brincar de casinha?

12 – Sua vida social nunca mais será a mesma

Melhor aceitar numa boa que nada mais será como antes. Não que vocês não terão mais vida social nunca mais, mas agora seu filho (a) é prioridade. Não dá mais para ir a baladas ou bares passar a noite. As viagens terão de se adequar à criança e não ela à viagem.

13 – Você vai aprender a cantar musiquinhas infantis

Sabe a Galinha Pintadinha? Então, você vai decorar as 4 temporadas e ainda vai cantar pra ele dormir ou no banho. Vai dormir com a musiquinha na cabeça e vai trabalhar cantarolando ela rs.

14 – Você vai aprender muita coisa

Todos os dias tem uma coisa nova para aprender. Você vai aprender a segurar um recém-nascido, a dar banho, trocar a fralda, colocar para arrotar, massagens para cólicas, colocar o bebê para dormir, cantar, contar histórinhas etc.

 15 – O sorriso no fim do dia cansativo

O seu cansaço, sua irritação no trabalho, será desarmado pelo lindo sorriso do seu filho quando você chegar em casa.

16 – Seja o melhor pai que você puder ser

Participe, ajude, cuide, esteja sempre por perto, um dia você será um herói para o seu filho. Existe coisa melhor neste mundo?

17 – Vida sexual

Depois do parto as coisas ficam um pouco difíceis para nós mulheres. Além de todo cansaço e noites mal dormidas, não estamos de bem com nosso corpo. É normal após o parto (óbvio que depois da quarentena) a mulher ainda não pensar em sexo. Isso não será assim para sempre, tenha calma, uma hora as coisas vão se encaixando.

Super Beijo!

3 Comentários
Gravidez