•  07 mar 2016  •

Viagem de avião com bebê

Oi mamães! Hoje no post reuni algumas dicas para quem está programando uma viagem de avião com bebê! Já contei aqui para vocês que nossa primeira experiência com o Lorenzo não foi muito boa, ele estranhou o ambiente e o barulho. Praticamente não dormiu durante o voo, foi uma viagem cansativa, pouco mais de 8 horas até Miami.

viagem de aviao com bebe

Vamos começar com os documentos necessários.

Nossa primeira viagem com ele foi internacional, então tiramos o passaporte e o visto americano. O passaporte do Lorenzo foi tirado com 1 aninho e tem validade de 2 anos. Já o visto americano tem validade de 10 anos (é, você troca o passaporte e anda por 10 anos com o outro vencido porque é nele que está o visto!).

O passaporte do Lorenzo já vem com uma autorização em que ele pode viajar acompanhado somente com um dos pais. Essa autorização foi opcional, no passaporte antigo não tinha.

Para viagens dentro do território brasileiro, como não se usa o passaporte, é necessário a certidão de nascimento e uma carta de autorização, com firma reconhecida de um dos pais caso o bebê for viajar somente com um deles. Então programe-se pois a ausência desses documentos poderá lhe dar dor de cabeça e ter a viagem cancelada.

Carteira de vacinação também é super importante levar.

Quando estiver comprando as passagens, lembre-se de “avisar” a companhia aérea que você estará viajando com um bebê. Existe a opção na hora da compra para bebês de 0 a 23 meses.

Para viagens um pouco mais longas, solicite à companhia aérea com antecedência e por telefone um bercinho para seu bebê dormir. É preciso verificar até quantos quilos o bercinho comporta.

Para tornar a viagem de aviao com bebe um pouco mais simples e prática, sempre levo uma mala de mão com as coisas do Lorenzo dentro do avião. Coloco 2 trocas de roupas, além da roupa que ele já vai usando. Já saímos de casa com ele de pijama, porque sempre viajamos durante à noite (esse é minha opção porque à noite ele dorme).

Vou listar para vocês o que mais levo na mala de mão:

  • Remédios (a pediatra do Lorenzo no Brasil nos dá uma lista de remédios para levarmos nas viagens). Consulte o médico do seu filho o que você precisará levar, levando em consideração a quantidade de dias que irá durar a viagem.
  • Protetor labial – O ar condicionado do avião resseca a boquinha, sempre tenho um dentro da bolsa.
  • Soro fisiológico para o nariz – Justamente por causa do ar condicionado que resseca as mucosas do narizinho.
  • Lata de leite – Nunca tive problema, as companhias aéreas são bem maleáveis se tratando de alimento de bebês. Porém, é importante verificar com a sua companhia aérea o que pode ser levado.
  • Travesseiro e cobertor (pequenos)
  • Fraldas, creme de assaduras e lenço umedecido- Levo umas 8 fraldas (prevenir é melhor que remediar!)
  • Paninhos de boca – coloco vários na bolsa e na mala, assim serve caso haja alguma emergência.
  • Mamadeiras e chupetas – mamadeiras levo 2 assim não precisa lavar para usar. Lorenzo toma o leite antes de dormir e quando acorda. No avião tem água quente, só pedir para as comissárias.
  • Meias e um par tênis
  • Termômetro

Caso seu voo seja durante o dia leve dentro do pote térmico (adoro o Thermos Foogo) frutas ou até mesmo o almocinho.

Levo comigo alguns brinquedos, costumo comprar coisas novas, nada caro, mas prefiro levar novidades, porque assim ele fica entretido por mais tempo. Lorenzo costuma dormir a noite toda, (é claro que dormir no avião não é nada confortável) e sempre tivemos a sorte de ter um assento vazio ao lado. Mas ele não dorme assim que entra no avião não, somente depois do serviço de bordo (jantar) e quando as luzes se apagam. Antes disso, fico fazendo de tudo para que ele esqueça os corredores do avião rs.

Na hora da decolagem e pouso ofereça o peito, mamadeira ou chupeta para seu filho. Alguns bebês sentem pressão nos ouvidos, e esses “acessórios” amenizam a pressão.

O carrinho do bebê não conta como bagagem (se você estiver viajando com um bebê é claro!). Você poderá utiliza-lo até a porta do avião, chegando lá ele é levado para o compartimento de bagagens do avião e quando você chegar ao seu destino, ele estará lá na porta novamente te esperando.

Cadeirinha de carro – Car Seat – Você poderá levar a cadeirinha de carro do seu filho dentro do avião, é claro que precisará comprar um assento para ele. Algumas mães optam por levar a cadeirinha porque assim o bebê fica mais confortável e seguro. Mas é preciso verificar com antecedência com a companhia aérea a disponibilidade e verificar se o seu car seat é aprovado pela FAA (Federal Aviation Administration).

Gostaram das dicas? Se tiverem alguma dúvida, pode deixar nos comentários!!!

Super beijo!

0 Comentários
Saúde e Bem Estar
Deixe seu comentário