•  26 abr 2015  •

Crise da Separação ou Crise dos 8 meses

Oi Mamães! Hoje vou compartilhar com vocês como passei pela crise da separação ou crise dos 8 meses com o Lorenzo.

crise da separação

Quando o Lorenzo completou 8 meses, comecei a notar algumas mudanças no comportamento dele, uma delas foi o fato dele começar a estranhar as pessoas. Quando ele via alguém diferente que não fazia parte do nosso convívio, ele fazia cara de choro, e outras vezes chorava tão sentido que mais parecia alguma dor física. O tempo foi passando e ele, além de estranhar as pessoas (não são todas, apenas algumas) simplesmente não queria mais desgrudar de mim! E vem sendo assim até hoje. Se eu estou por perto, ele não quer saber de ninguém, só quer o meu colo, se coloco ele no tapetinho de atividades e saio, ele me chama (do jeito dele) fica me procurando e estende os bracinhos para pegar ele no colo, parece um chicletinho! (e eu adoro, me sinto tão amada!).

Durante algumas noites, o sono dele também ficou um pouco alterado, e ele passou a resmungar mais, às vezes chorava, mas como eu já havia começado a pesquisar sobre o assunto, sabia que isso poderia acontecer.

A crise dos 8 meses, que também pode começar um pouco antes, acontece porque o bebê começa a perceber que ele e a mãe não são as mesmas pessoas, e isso lhe traz ansiedade e angústia.

Em muitas pesquisas sobre o tema, li que à noite quando o bebê chorar, de preferência a mãe que deve ir até o quarto e não o pai, pois isso lhe traz mais segurança.  É importante que o bebê veja a mãe ali, porque ao apagar as luzes e sair do quarto ele pensa que ela foi embora e nunca mais voltará e isso o deixa desolado. Com o tempo, eles irão perceber que as pessoas e os objetos continuarão existindo, mesmo estando fora do campo de visão deles, e a angústia da crise da separação vai diminuindo. Já tentei colocar algum objeto de transição, como uma naninha, por exemplo, mas ele não pega de jeito nenhum! Durante a soneca da tarde, ele dorme com o meu travesseiro, pois tem o meu cheiro.

É muito importante que os pais ao perceberem esses sintomas no bebê, procurem se informar mais sobre o assunto, pois essa fase não deve ser ignorada. Com o Lorenzo, a angústia da crise da separação se iniciou aos 8 meses, mas ela pode também começar a partir dos 6 meses de vida! Então mamães, fiquem atentas a qualquer mudança no comportamento de seus bebês, e pesquisem muito sobre o assunto, pois o que estou escrevendo aqui foi o que li em vários sites, e o que vivenciei.

Para tentar ajudar o Lorenzo a passar por essa fase sem traumas, procuro fazer algumas brincadeiras com ele, como por exemplo, de se esconder e aparecer dizendo: – Achou a mamãe! Nunca saio de perto dele sem dizer onde estou indo. É importante também deixa-lo mais tempo com o pai, isso ajuda a formar o triangulo familiar e os laços entre os dois se estreitarem ainda mais! Dê ao seu bebê colo e a segurança que ele precisa, pois logo essa fase passará e tudo voltará ao normal!

E com vocês? Como foi na crise dos 8 meses? Seus bebês tiveram algum destes sintomas?

Super Beijo!

12 Comentários
Saúde e Bem Estar
12 Comentários
  1. Ana Claudia Andrade   em 10/09/2015 - 19:28

    Oi Josi….
    Queria sua opinião sobre essa crise dos 8 meses, que, confesso, ainda não tinha ouvido falar.
    Em dezembro terei que passar 13 dias na Alemanha a trabalho e estou em dúvida se devo ou não levar minha filha. Ela estará com 8 meses e 1 semana.
    O meu receio eh que lá estará muito frio nesse período, inverno na europa…
    O meu medo eh que ela sofra… Se deixa-la, ela chorar a noite sentindo minha falta e desmamar… Se leva-la, ela poder pegar algum resfriado, ou coisa pior, por causa do frio….
    Confesso que estou muito angustiada com isso…
    O que vc acha ?

    Obrigada.

    Ana Claudia

    • Josi Alves   em 10/09/2015 - 21:13

      Oi Ana! Situação difícil essa hein! Você tem alguém que pode ir com você para te ajudar com a pequena? Por um lado se ela só ficasse no hotel, sem sair, acho que não teria problema. Acredito que ela não pegaria “friagem” estando sempre no quarto e mamando leite materno, que ajuda com os anti-corpos. Por outro lado aqui é a casa dela, será verão, mas você não estará. E se você começasse a tirar ela do peito em meados de novembro? Porque pode ser muito difícil ela aceitar a mamadeira e a formula. Peça para seu marido ficar mais tempo com ela, principalmente se ela acorda durante a madrugada, assim não sentirá tanto a sua falta. Acredito que ir para a Alemanha seja mais ou menos umas 12 horas de voo certo? O Lorenzo voltou com o nariz escorrendo muito catarro por causa do ar condicionado. Acho que das duas opções eu deixaria ela aqui, mas já começava a introduzir a fórmula e a mamadeira. Não sei se quando você voltar ainda terá leite, tomara que sim, daí ela pode continuar no peito! Você precisa tomar essa decisão, mas tenho certeza que vai fazer a escolha certa! Beijão

      • Ana Claudia Andrade   em 11/09/2015 - 04:05

        Muito obrigada Josi. Aos poucos tbm acho q o melhor eh deixa-la aqui… Grande beijo!!!!

  2. Priscila Quintanilha   em 08/10/2015 - 15:40

    Josi , meu filho não se adapta a alimentos.. ele faz ânsia de vômito para tudo que leva na boca.. tudo o que for de comer.. antes era somente alimentos adocicados, mas agora percebi que os de sal ele tb n gosta. Já tentei de tudo e nada. Ele tem seis meses será que pode ser pela pouca idade?

    • Josi Alves   em 09/10/2015 - 14:34

      Oi Priscila! Então, seu bebê já está na idade de começar com as primeiras comidinhas. Mas é super normal ele recusar no inicio, afinal, eles amam o leitinho da mamãe! Agora no inicio, não tem porque você ficar preocupada, tudo pra ele é novidade, os sabores, as texturas. Para alguns bebês é mais facil que para outros. O importante é você ter paciência, e oferecer algum alimento que você perceba que ele goste mais. Dá uma lida no meu post sobre introdução alimentar. Quem sabe pode te ajudar! Beijos

  3. cintia   em 30/11/2015 - 22:00

    Oie
    Meu bebe esta com 1 mes e eh um chicletinho..
    So quer colo, ate qdo dorme..nao me deixa fazer nada..
    Coloco ele no carrinho qdo adormece em menos de 5 minutos ja comeca a chorar
    E eh assim no berco tbm,ja nao sei oque fazer..
    So quer mamae..
    Vc. Tem uma dica pra me. Ajudar

    • Josi Alves   em 02/12/2015 - 21:50

      Oi Cintia, parabéns pelo pequeno! Ele ainda é muito pequenininho para usarmos alguma técnica. O que te aconselho é tentar algo como um “ninho”dentro do berço ou do carrinho para que ele se sinta mais “protegido”. Procure na internet como fazer o ninho e tenta, não custa nada nÉ? Eu usava a almofada de amamentação nos pés do Lorenzo. Usei o ninho e o charutinho tbm! Tenta, vê se dá certo! Beijos

  4. Laura bernardo   em 05/12/2015 - 23:17

    Olá Josi uma das minhas filinhas não fica com ninguém aqui em casa moro com a minha mãe e irmãos ela tem 11messes chora muito e para ñ deixar ela chorando fico com ela 24horas mas amo ficar com ela só que me falam que uso ela como desculpa para não fazer os meus afazeres não sei oque faço…!

    • Josi Alves   em 07/12/2015 - 01:00

      Oi Laura! Sei que esse é um assunto bem delicado, mas eu acredito que esteja na hora de você fazer algo para que sua filha fique com outras pessoas. Ela precisa se tornar “independente” (entre aspas) para que você consiga fazer as suas coisas. Tbm não faz bem pra ela depender tanto assim de vc. Escolha um período do dia para deixa-la com alguém, na casa de alguém mas com vc por perto. Tente sair algumas vezes sem que ela perceba e preste atenção no seu comportamento. Eu não tenho muito o que te aconselhar em relação a isso, mas faça as coisas devagar, sem pressão ou pressa, sua bebê não pode ficar traumatizada né? Boa sorte! Beijos

  5. Andrea Pimenta   em 16/10/2016 - 13:26

    Olá, boa tarde.
    Josi, minha bebê tem 8 meses e não desgruda por nada até pra dormir se eu saio de perto ela acorda. Nao São 24 e 25 horas rs. Como desgrudar?

    • Josi Alves   em 08/11/2016 - 14:00

      Essa fase vai passar querida! Aproveita esse grudinho rs. Beijos

Deixe seu comentário