•  22 jun 2015  •

Assaduras em Bebês – Como Tratar e Prevenir

Oi mamães! Essa semana tem sido um pouco difícil aqui em casa. Os dentinhos do Lorenzo estão nascendo e ele anda bem chatinho. Teve um pouco de febre, não tem comido bem, e isso me pegou de surpresa, pois nunca havia acontecido algo do tipo. Com todos esses acontecimentos, tenho ficado um pouco pra baixo, além de ver ele chatinho, sentindo dor, estou muito cansada fisicamente e psicologicamente. Nenhuma mãe está prepara para situações adversas, não esperamos que nossos filhos fiquem doentinhos. Mas graças a Deus as coisas tem melhorado. Só que uma coisa me pegou de surpresa essa semana (mais uma!)! Apareceram assaduras no Lorenzo! Ele nunca teve isso, mas com os dentinhos nascendo ele tem feito bastante cocô e o pior, mole. Dizem que o cocô fica ácido quando os dentinhos estão nascendo, não há comprovação, mas é muita coincidência né?

assaduras em bebes

O post de hoje é sobre assaduras em bebês, como tratar e prevenir. Também vou contar para vocês como estou fazendo para tratar as assaduras e darei dicas de como evitá-las, principalmente nessa fase dos dentes. Nunca pensei que isso iria acontecer por aqui, pois até hoje só uso algodão com agua morna para limpar ele. Espero que este post seja de grande utilidade para as mamães que estão passando por isso com seus bebês e para aquelas que ainda não passaram se prevenirem mais ainda.

O que são assaduras?

As assaduras são uma reação inflamatória da pele desencadeada pelo contato com substancias irritantes produzidas por urina e fezes retidas na fralda. Conhecida como dermatite de fralda, é muito comum em bebês.

As assaduras começam como uma vermelhidão e irritação e podem evoluir pra descamações, erupções e até sangramentos. A umidade da fralda suja favorece a absorção das toxinas irritantes pela pele do bebê e a fricção também ajuda no processo.

Como prevenir

Como já disse aqui, eu até hoje uso algodão com água morna sempre que vou limpar o Lorenzo. Não sou fã dos lenços umedecidos, só uso quando estou fora, quando realmente não dá para usar água. Eu sempre fiquei atenta para que isso não acontecesse, mas nem com todo cuidado do mundo estamos livres de passar por isso.

Por isso, é muito importante que seja usado algodão com água morna, pois o bumbum do bebê fica mais limpinho, é como se tivéssemos dado um “banho”. Os cremes de assaduras a base de óxido de zinco, também são fundamentais para evitá-las, pois funcionam como uma barreira para as substâncias causadoras da irritação. Não economize na pomada, passe em cada dobrinha do bebê, e a troca de fralda deve ser feita sempre que possível, não deixe a fralda muito cheia de xixi, e assim que seu bebê fizer cocô, troque-a imediatamente. Quando possível deixe seu bebê alguns minutinhos sem fralda. Se o bebê ainda mama no peito é recomendado que a mamãe evite alimentos muito ácidos ou condimentados. Se o bebê já está ingerindo alimentos sólidos, evite frutas ácidas, como abacaxi, morango, laranja e pera.

Como tratei as assaduras aqui em casa

Graças a Deus não foram graves as assaduras no Lorenzo, mas foi suficiente pra que eu tomasse cuidados redobrados. A primeira coisa que fiz quando ele chorou porque estava doendo, foi chorar junto rs. É sério… doía em mim também. A segunda coisa foi lavar o bumbum dele com água morna e sabão neutro. Como a pele fica sensível, a lavagem deve ser feita com muito cuidado para que não machuque mais o bumbum deles.

Secar – Eu sempre usei aquelas fraldas de pano bem grande como toalha. Ela é macia e seca muito bem. Após secar com cuidado o bumbum, eu fiz uma “trouxinha” de pano com maisena para ir dando leves batidinhas no bumbum. A maisena deixa a pele do bebê bem sequinha. Em seguida passo uma quantidade bem generosa de pomada (uso Desitin roxa), espalho em todo bumbum, nas dobrinhas, nas virilhas. Ao colocar a fralda, deixo ela mais folgadinha, sem apertar tanto. Já deixei algumas vezes ele sem fralda também, só de calça, para a pele conseguir respirar. E fiquei mais atenta quanto as trocas de fralda.

Agora, fico mais atenta ainda a troca de fraldas dele. Toda hora olho para ver a quantidade de xixi e se ele fez cocô. Lavo o bumbum dele no chuveiro se ele tiver feito cocô, e limpo com algodão e água morna nas trocas de xixi. Depois dessa, fiquei com muito medo, e agora todo cuidado é pouco!

Uma assadura “normal” tem que melhorar depois de cerca de dois ou três dias de tratamento comum, com essas pomadas que usamos normalmente em casa. Nunca use pomadas com corticoides sem falar com o pediatra. Se depois deste período as assaduras não melhorarem, procure o pediatra do seu filho, pois deve haver algum outro tipo de infecção, que exija um tratamento especifico.

Super beijo!

0 Comentários
Saúde e Bem Estar
Deixe seu comentário